AMIGOS...

segunda-feira, 29 de agosto de 2011

* OS PIOLHOS ....

                                               Revista  Pássaros n0 20,22/2000 

 EDITADO POR CANÁRIOS VIEIRA EM 30/08/2011

Umas das grandes preocupações dos criadores de aves são sem sombra de dúvida os piolhos, que nos transtornam principalmente na época de criações.

As três principais espécies e as que mais  danos provocam são:

- Piolho do interior das penas (Picobia Bipectinata)
- Piolho da Pluma (Amalga Posrinus)
- Piolho Vermelho (Dermanyssus gallinae)
As duas primeiras espécies alimentam-se de descamações da pele e das penas das aves, só pontualmente chupam sangue, estas duas espécies são consideradas um problema efectivo se multiplicarem de forma descontrolada.

O piolho vermelho é o mais perigoso dos três dado que é ematofago, ou seja alimenta-se de sangue.

Este piolho atacando de uma forma continuada pode levar as aves a um estado de debilidade tal que provoca a sua morte, principalmente as pequenas aves jovens que se encontram no ninho sem qualquer defesa.

COMO DETECTAR A PRESENÇA DE PIOLHOS
.
A ave infectada de piolhos, mostra-se muito inquieta e agitada, e tenta de todos os modos livra-se do parasita, quer através de banhos no bebedouro quer picando-se constantemente, o que vai provocar um estado menos bom da plumagem, todos estes esforços contínuos vão provocar um enfraquecimento das aves, inclusivamente poderá acontecer que os machos deixem de cantar.
Piolho das penas – Pelo simples exame da ave detecta-se este piolho, basta estender a asa da ave infectada, e observá-la a contraluz, vai notar-se uns pequenos pontos que se deslocam rapidamente ao longo das rémiges e rectrizes.

Piolho dos barbados– Vive preferencialmente nos barbados das penas, e também com um exame cuidado se pode detectar este parasita.

Piolho VermelhoEste piolho não vive na ave, sendo um animal nocturno só ataca as nossas aves durante a noite, estando escondido durante o dia, nos mais diversos locais:

- Poleiros Ocos
- Ninhos
- Frinchas das gaiolas
- Matérias de tecido
.
            IMPORTANTE-
Inclusivamente podem estar escondidos a distancias consideráveis das gaiolas que irão atacar durante a noite.Esta espécie quando não controlada vive em colónias de milhares de indivíduos.

-ARMADILHAS PARA AJUDAR NO COMBATE AOS PIOLHOS ,PEGUE PALHA DE MILHO SECA OU JUTA ENROLAR E AMARRAR COM CORDÃO E COLOCAR ENTRE AS GAIOLAS.... A NOITE ELES IRÃO SE ESCONDER, DURANTE O DIA, RETIRAR E QUEIMAR, REPETIR POR ALGUNS DIAS.
- SBP A BASE DE ÁGUA É ÓTIMO PARA ELIMINAR , PULVERIZAR DURANTE O DIA NINHOS, EM BAIXO DAS GAIOLAS, ENTRE ELAS.