AMIGOS...

terça-feira, 8 de outubro de 2013

* CEBOLA PODE CONTRAÍR BACTÉRIAS?


    CRENÇAS POPULARES

 MAIS UMA CRENÇA POPULAR. 

Mito ou verdade:

CEBOLA cortada pode contrair bactérias .
Autor desconhecido
 Texto afirma que a cebola cortada atrai as bactérias presentes no recinto e alerta para que não deixemos o alimento aberto para que esse não se contamine. Será verdade essa história?
O texto não é novo! Circula pela web há vários anos (desde 2009) e afirma que em 1919, um médico descobriu que as famílias que deixavam cebolas abertas na casa não morriam de gripe. De acordo com o artigo, uma minuciosa análise em um microscópio revelou que a planta absorveu as bactérias da residência, deixando o local livre da doença.
CEBOLA.
- Verdadeiro ou farsa?
- Possui informações imprecisas
- É incoerente em vários pontos
- Nenhum dos citados no texto está vivo para confirmar
- O fato aconteceu longe e há muito tempo (fica difícil se confirmar)
- Trata de um assunto que interessa a muita gente (saúde)
 Analisando o texto
 Em 1919, quando a gripe matou 40 milhões de pessoas havia um doutor que visitou muitos agricultores para ver se ele poderia ajudá-los a combater a gripe, pois que muitos deles que haviam contraído a doença haviam morrido.”
A gripe matou 40 milhões de onde? Aqui no Brasil[bb]?
Segundo o site da Universidade americana de Stanford, a gripe matou entre 20 a 40 milhões de pessoas no mundo todo entre 1918 e 1919.
Outra dúvida, quem era o doutor que “visitou muitos agricultores”?
As informações são muito vagas como todo boato. “Alguém me contou que um amigo de um vizinho meu…”.
Em algumas versões dessa corrente o autor afirma se tratar da Gripe[bb]Espanhola, portanto podemos imaginar que o fato deva ter ocorrido na Europa… Vai saber…
A falta de dados também se apresenta em outras partes do “artigo”, como podemos ver a seguir:
    Em uma visita na propriedade de outro fazendeiro, na mesma região, a médico surpreendeu-se em saber do bom estado de saúde que lá encontrou. Todos estavam muito saudáveis. Quando o médico perguntou ao fazendeiro o que eles estavam fazendo para se protegerem da gripe, a mulher deste prontamente respondeu que ela colocava uma cebola cortada (com casca) em pratos e distribuia-os nos quartos da casa.”
Outro trecho que já deixaria qualquer historiador desanimado! Um fato que aconteceu em 1919, com um doutor sem nome e um fazendeiro igualmente anônimo. E o fato ocorreu em um local que também não é informado. Estranho, né?
Como podemos acreditar que esse monte de gente anônima estava realmente saudável e que deviam toda sua vitalidade às cebolas? Não poderia ser algum outro motivo?
Prosseguindo:
    O Médico não podia acreditar no que ouviu. Pediu ao fazendeiro para lhe entregar uma das cebolas que estava usando e pôs sob seu microscópio, quando então observou enorme números de bactérias da gripe ali acumulados.”
O autor do texto afirma que o médico (sim, agora sabemos que o doutor é um médico!) tirou um microscópio de algum lugar (da bolsa[bb], talvez) e notou um “enorme números” de bactérias da gripe ali.
Corrijam se estiver errado, mas de acordo com o site da gripe, a doença é causada por um vírus, não por uma bactéria.

Voltando ao texto, o autor afirma que:

    Levado a um pneumologista, este explicou que as cebolas são um ímã enorme para as bactérias, especialmente as cebolas cruas.”
Mais uma vez, não ficamos sabendo que é o novo personagem que apareceu na história! Mais um anônimo.
Não há nenhum estudo que comprove que a cebola seja um imã de bactérias! O que se aconselha é nunca deixar alimentos muitas horas fora de recipientes próprios. Todos os alimentos devem ser guardados conforme indicação do fabricante e/ou vigilância sanitária. Alguns devem ser guardados na geladeira, outros devem ficar em temperatura ambiente, porem bem tampadas.
Um trecho que chama a atenção no texto é o que afirma que cães não devem consumir cebola. De fato, essa parece ser a única parte verdadeira de toda a corrente. Vários sites e blogs advertem para que os donos não deem alimentos com cebola a seus animais, pois o vegetal possui o composto n-propil que pode causar problemas como sangue na urina, fraqueza, taquicardia e respiração ofegante.
Muitas pessoas consomem a cebola quando estão doentes, pois acredita-se que o alimento lhes fornecerá a cura. Outros comem bastante do vegetal e/ou tomam chazinho para evitar que a gripe os atinja. O fato é que, como bem disse uma publicação da Revista Veja, “alguns alimentos podem apresentar potencial fitoterápico, mas isso não exclui a necessidade de um diagnóstico e tratamento médico”.
A verdade é que, segundo dados do Ministério da Saúde (divulgados em 2009), mais de 50.000 pessoas morrem todos os anos no Brasil vitimas da gripe comum. O uso da cebola seria uma economia e tanto para o governo, não acham?

NA DÚVIDA , COLOQUEI ALGUMAS EM MEU CANARIL ,NÃO CUSTA TENTAR.