AMIGOS...

domingo, 17 de novembro de 2013

* DOENÇAS....




FONTE ANGERCAL
Identificando e prevenindo as doenças dos canários
O criador de canários precisa reconhecer as doenças que acometem os canários, para identificá-las no dia a dia de sua criação. Desta forma ele poderá transmitir os dados para um Veterinário da área, para realizarem um trabalho conjunto. Após a identificação e confirmação da doença são tomadas medidas de tratamento e prevenção para uma futura criação. A finalidade deste esquema de trabalho é a manutenção de bons reprodutores e a geração de filhotes saudáveis, com desenvolvimento pleno de seu potencial genético.

Doenças comuns dos Canários
Coccidiose
A coccidiose é uma das mais importantes causadoras de morte dos filhotes de primeira semana de vida e filhotes no desmame. Agride os pintassilgos em grande escala. Causa excesso de consumo de alimento com emagrecimento concomitante. Diarréia com fezes amareladas ou fezes com sangue. Peito seco associado ao aumento de volume do intestino, observado ao exame da barriga do canário. Existem várias medicações úteis para tratamento e controle da coccidiose Baycox é curativo, mas não permite que a ave gere imunidade para a prole.

Coccinon-Vitasol Amgercal-ProAve – é o coccidex registrado no Brasil, cuja ação é preventiva (dose de 20g em 1 litro de água 20 dias) e curativa (dose de 40 a 60g por litro de água 4 dias, com retorno a dose preventiva a seguir) - age no dia da exposição do pássaro às coccidias, tornando-o excelente para uso em momentos de risco de contaminação, como campeonatos, exposições, feiras, concursos, empréstimos de reprodutores, chegada ao novo criatório, etc. Nunca indico as Sulfas, pois causam azoospermia (perda de espermatozóides nos machos – ou seja infertilidade. Para filhotes podemos prescrever NalytH Baby na papinha durante 7 dias de vida, e 7 dias do desmame. Eu uso no meu criatório de canários este programa de tratamento de filhotes na papinha Energet Amgercal, que confere ótima consistência e balanceamento nutricional.
BACTERIANAS(Peito Seco -Mycoplasmose; Pinta Preta – Salmonelose , diarréia do ninho e morte do desmame – Colibacilose. Lesões de Pata - Staphylo e Streptococcose)
As doenças bacterianas mais freqüentes em canários são: Pasteurella spp (Cólera Aviária); Salmonella spp (Tifo e Paratifo); Haemophilus spp (Coriza infecciosa); Clostridium spp (Enterite Necrótica e Ulcerativa); Escherichia coli (Enterite, Aerosaculite, Peritonite e Septicemia); Staphylococcus spp (Pododermatite, Dermatite e Artrite), Streptococcus spp (Estreptococose) Clostridium, Erysipela, Borrelia e Mycoplasma Doença Crônica Respiratória). Os sintomas mais comuns de aves com infecções bacterianas são: pododermatite (infecção das patas), coriza (corrimento nasal), sinusite (inchaço peri-ocular), artrite infecciosa (inflamação das juntas com varicoses das veias da pata), infertilidade infecciosa dos machos (ovos brancos por mycoplasma), ovos brancos (infertilidade de macho ou acidez da fêmea), problemas respiratórios na criação (rouquidão, perda da voz , perda de notas e tons corretos do canto, Doença Crônica Respiratória), “peito seco” (emagrecimento rápido e mortal - Mycoplasmose), enterites (diarréias ou inflamação de intestino); Pinta Preta (vesícula biliar aumentada - Salmonelose); diarréia do ninho e morte do desmame (Colibacilose); lesões de Pata (Staphylo e Streptococcose), etc.
A prevenção pode ser feita da seguinte forma:
Mycoplasmose deve ser tratada 4 vezes ao ano de forma estratégica (Nalyt 100 Plus - Nova Fórmula para tratamento até 14 dias seguidos) (NalytH Fase Muda, Reprodução e Baby na prevenção). As lesões de patas, a pinta Preta ou Salmonelose e a Colibacilose tem respondido bem a antibióticos de largo espectro (Ampicilon Amgercal e Ampicilina Univet) e suplementação nutricional de reforço por longo período (Rovital-C). Nas patas use anestesiar com o Biofenac spray (linha humana), aplicado 5 vezes ao dia, promovendo bem estar das aves e reduzindo a dor local. - See more at:                http://www.avedomestica.com.br